• Abner Oliveira

A experiência da mesa posta voltando a ser destaque!

Cenas de luxuosos jantares da alta sociedade são comuns nos grandes filmes de época de Hollywood e chamam a atenção pela beleza e sofisticação. Mas a tradição de valorizar o momento das refeições por meio de uma decoração delicada e equilibrada não está restrita apenas ao cinema nem às casas de luxo. A mesa posta, como é chamada a organização de elementos como pratos, talheres e copos, cria cenários agradáveis e estimula o momento da refeição em família. Por causa da pandemia e de novos hábitos forçados pelo isolamento social, as pessoas passam mais tempo em casa e acabam redescobrindo o prazer de se alimentar e promover um ambiente que valorize esses momentos.


A combinação de requinte visual e bom gosto não chama a atenção apenas do olhar, mas também contribui para despertar o paladar. A decoradora Annuska Mendes relata um aumento considerável na procura pela mesa posta nos últimos meses. Ela observa que a sociedade vinha em um movimento de fazer refeições rápidas, muitas vezes fora de casa, com o celular à mão ou assistindo à TV.


Perdeu-se muito o hábito de sentar à mesa, mas a pandemia teve esse lado de humanizar as relações e trazer as famílias para se reunirem dentro das casas. Com esse movimento retornando, a mesa posta ganha destaque por trazer esse sentimento, de cuidado, de bem-estar”, afirma Annuska.


Tendências



Segundo Annuska, o importante é que as peças consigam transmitir a personalidade e os valores da família e da casa. Ela conta que procura é cada vez maior pelas peças únicas e os trabalhos artesanais, que conferem um aspecto de personalização e exclusividade. Por isso, a tradicional renda Renascença, técnica de bordado surgida na Itália, no século XVI, está com a popularidade em alta. Além disso, a utilização de materiais sustentáveis vem ganhando mais adeptos, e há inclusive profissionais especializados na restauração de peças, o que permite a reincorporação de itens antigos nas composições atuais.


Mesa posta não é exclusividade de ambientes luxuosos


Annuska garante que, mesmo quando não há condições para se gastar com adornos e louças mais sofisticadas, também há alternativas para a decoração da mesa. Segundo ela, elementos básicos podem fazer muita diferença na criação de um espaço mais aconchegante. Além disso, as pessoas também devem acabar com a ideia de que as louças mais caras e valiosas da casa, que muitas vezes passam de geração em geração, devem ser utilizadas apenas para ocasiões especiais.


“A dica para casas mais simples é usar muitas flores naturais. As flores trazem harmonia, delicadeza. Então se você tiver uma louça, uma taça, talheres e um vaso de flores já tem condições de montar uma mesa e de desfrutar de uma boa decoração. Além disso, as pessoas também devem acabar com a ideia de que as louças mais caras e valiosas da casa, que muitas vezes passam de geração em geração, devem ser utilizadas apenas para ocasiões especiais. Podemos tornar hábito a utilização daquela louça que a gente deixa guardada. Não precisa ser todo dia, mas uma vez por semana, por exemplo. Todos os momentos podem ser momentos memoráveis e inesquecíveis”, aconselha Annuska, ao reforçar que a mesa posta traz esse sentimento de união, de convivência.



A convite da OM Incorporadora e da City Soluções Urbanas, Annuska ficou responsável pela nova proposta de mesa posta do apartamento decorado do Blanc Casa Design. Ela preparou um trabalho que destaca as flores e os detalhes em dourado, além da renda Renascença. Conceitos que, segundo Annuska, garantem o sucesso da mesa posta em ocasiões especiais e ambientes sofisticados.


Fotos: Virgínia Brandão