• Abner Oliveira

Bertioga tem atrativos para todos os gostos e bolsos

A primeira cidade do Litoral Norte de São Paulo e a mais próxima da capital tem mais que belas praias para oferecer ao visitante. Acrescenta-se à riqueza da sua diversidade rios, cachoeiras e montanhas que encantam os amantes da natureza, do turismo de aventura ou meramente contemplativo.


Acrescente-se a deslumbrante Riviera de São Lourenço, projeto de desenvolvimento urbano de alto padrão, iniciado no final dos anos 70 e hoje plenamente consolidado. Não por acaso, a Estância Balneária de Bertioga registra, hoje, taxa de ocupação hoteleira muito próximo do máximo permitido.


Merecem destaque as trilhas do já liberado Parque Estadual Restinga de Bertioga (PERB). Além do passeio em si, as trilhas dão acesso a atividades como rapel, rafting, trekking, tirolesa, observação de aves, expedições fotográficas - entre outras.


Para realizar as atividades, os visitantes devem agendar previamente os passeios com as associações. Das 12 trilhas em operação, a do Itaguaré é autoguiada e pode ser feita com ou sem a contratação de monitores. As demais exigem o acompanhamento de profissionais credenciados.


BCVB – Visite Bertioga e parcerias


Ibis Gonçalves (diretora executiva do BCVB), Caio Matheus (prefeito de Bertioga),Ney Carlos da Rocha (secretário de Turismo de Bertioga), Edison Gimenez (presidente do BCVB), Armando Fantini (da Refresh) e Keila Moreira (assessora da Unedestinos)


O Bertioga Convention & Visitors Bureau - BCVB/Visite Bertioga conta com parceria da ABECO – Associação Bertioguense de Ecoturismo, que trabalha em prol do desenvolvimento socioambiental-econômico de base comunitária. E, também, com a AMOLB – Associação dos Monitores Ambientais de Bertioga.

A oferta de passeios ecoturísticos conta com serviços especializados de empresas associadas ao BCVB-Visite Bertioga. Uma delas é o Terral Receptivo Turístico que oferece serviços voltados para o ecoturismo, turismo histórico e cultural.

As principais trilhas e passeios



Trilha da Casa de Pedra do Rio Itapanhaú: Ao atravessar a pé ou de barco o rio Itapanhaú, encontra-se a histórica Casa de Pedra, com vasta área gramada ao seu redor. É ideal para camping e recreação. Extensão: 500 metros. Grau de dificuldade: baixo. Tempo estimado: 1 hora, ida e volta.


Trilha do Véu da Noiva: Dá acesso à Cachoeira do Elefante, a maior da região. O percurso começa na Casa de Pedra, perpassa parte do rio Itapanhaú e leva a prainhas e poções para mergulho. Extensão: 1.750 metros. Grau de dificuldade: médio. Tempo estimado: 7 horas, ida e volta.

Trilha da Família Pinto: É a área de maior incidência de animais de médio e grande porte, como aves e répteis. Ótima para trekking, programas educacionais, fotografia da natureza e observação de aves. Extensão: 5 mil metros. Grau de dificuldade: médio. Tempo estimado: 6 horas, ida e volta.


Trilha do Itatinga: Saída embarcada de Bertioga, pelos rios Itapanhaú e Itatinga. Caminho plano, com muita vegetação e rios que formam piscinas naturais. O trajeto dispõe de acampamento e café colonial no fim de tarde, em uma das fazendas da região. Extensão: 3 mil metros. Grau de dificuldade: baixo. Tempo estimado: 7 horas, ida e volta.


Trilha do Itaguaré: Pode ser autoguiada ou realizada com serviços de monitores. É composta de três trilhas – uma no acesso principal à praia, e outras duas se ramificam no decorrer da praia, com acesso à restinga, ao jundu e ao mangue. Extensão: 1.140 metros. Grau de dificuldade: médio. Tempo estimado: 3 horas, ida e volta.