top of page
  • Foto do escritorAbner Oliveira

Confirmado: primeiro empreendimento do mundo com temática Amazônica terá obras iniciadas este ano

Concluída a fase de implantação do sistema multipropriedade de alto padrão com conceito sustentável, a incorporadora brasileira assume o andamento do projeto de Penha, em Santa Catarina, como previsto no plano estratégico, o que otimiza o andamento do projeto e das obras.


Após mais de dois anos de estudos que envolveram uma holding norte-americana formada por especialistas dos E.U.A e de diversas partes do mundo, em áreas como gestão, cultura, arte, sustentabilidade e conceito internacional de multipropriedade, a Amazon Parques & Resorts finaliza a primeira etapa de lançamento do seu primeiro empreendimento, em Penha, Santa Catarina, e confirma o início das obras para o segundo semestre deste ano.


Conforme planejamento estratégico e com objetivo de potencializar a sua execução, a incorporadora brasileira assume o andamento do projeto. Em sua primeira fase, o complexo imobiliário de Penha terá 199 unidades, com VGV de R$ 374 milhões, sendo que 21% foi vendido até o primeiro trimestre deste ano. O investimento inicial é de R$ 110 milhões.


"Foi uma etapa inicial de muito planejamento para trazer negócios totalmente inovadores ao Brasil, que alia um tema voltado às ações em respeito ao meio-ambiente com a Amazônia, que é a grande marca registrada de nosso país. Isso é altamente benéfico aos clientes que terão acesso a imóveis de alta qualidade e com conceito diferenciado, dentro do modelo de multipropriedade", explica o presidente da Amazon Parques & Resorts, Roberto Kwon.


Mesmo com a transferência da gestão para a incorporadora brasileira, Roberto segue na presidência, porém, com decisões mais centralizadas junto à diretoria, o que otimiza o andamento do empreendimento catarinense. O complexo imobiliário de Penha, em sua primeira fase, terá cerca de 20 mil metros quadrados construídos em três torres com 199 unidades em sistema de multipropriedade filiado a RCI, empresa de serviços de viagem de propriedade compartilhada.


Crédito: divulgação

No final de 2022, as vendas do projeto atingiram mais de R$ 42 milhões. Já as vendas consolidadas no primeiro trimestre deste ano ultrapassaram R$ 64 milhões, o que representa 21% do VGV total. A Amazon Parques & Resorts deverá ter ainda mais velocidade de vendas nos próximos meses e anos, já que neste em junho foi inaugurada a terceira sala de vendas do projeto em São Paulo, em Alphaville, em Barueri. O projeto também conta com salas em Guarulhos e Anália Franco no estado, todas as três em parceria com a ASC. Além das salas em São Paulo, a Amazon Parques & Resorts também possui um showroom de vendas em Penha (SC).


A expectativa é que o empreendimento gere aproximadamente mais de 100 empregos diretos e 400 empregos indiretos, que vai impactar positivamente a renda de centenas de famílias na região e contribuir diretamente para a economia do município de Penha, que tem mais de 33 mil habitantes.


O primeiro empreendimento da Amazon Parques & Resorts será construído em terreno próximo ao Beto Carrero World e traz como diferencial a sustentabilidade que destaca o tema da "Amazônia", o que também impulsiona a atração de público internacional. Traz modelo de multipropriedade e segue tendência de compra compartilhada para segunda moradia e uso durante os períodos de férias e finais de semana. Chega para atender a grande demanda de turistas que visita a região que, aliás, detém altos índices de valorização.

Fabiana Leite, diretora de Desenvolvimento de Negócios América do Sul da RCI, e coordenadora da Comissão de Propriedade Compartilhada da ADIT Brasil, comemora a afiliação para além dos negócios da empresa. “Confirmar a afiliação deste projeto é motivo de muito orgulho para nós, como empresa. Mas além de confirmarmos o crescimento de nossa presença e atuação na região Sul, de modo geral, e em Santa Catarina, em particular, o que mais nos motiva é ser parte atuante em um empreendimento tão diferenciado, que já surge oferecendo experiências exclusivas para o consumidor”.

Commentaires


bottom of page