• Abner Oliveira

Costa Cruzeiros apresenta Relatório de Sustentabilidade 2019

A Costa Cruzeiros apresenta seu Relatório de Sustentabilidade 2019, intitulado “Building the Future Together Construindo juntos o Futuro”. O documento apresenta ações que incorporam e que estão completamente alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030, definida pela Organização das Nações Unidas para a promoção global do desenvolvimento responsável.

A 14ª edição do relatório mostra a estratégia de sustentabilidade e o plano da empresa italiana de cruzeiros, destacando os principais projetos e resultados alcançados em 2019 com um duplo objetivo: mitigar os efeitos adversos dos seus impactos e implementar soluções concretas a fim de criar valor para todos os seus stakeholders - clientes, colaboradores, fornecedores e comunidades locais.

“A publicação do Relatório de Sustentabilidade 2019 da Costa Cruzeiros chega em um momento muito especial, em que acabamos de reiniciar nossas operações com responsabilidade e segurança após uma longa pausa”, afirma Michael Thamm, CEO do Grupo Costa & Carnival Ásia. “O relatório é uma oportunidade para mostrar nossos projetos tangíveis e os resultados alcançados em 2019, e também confirmar que agora, mais do que nunca, renovamos nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável no nosso modelo de negócios. Queremos continuar a orientar a transformação da nossa empresa e do nosso setor nos próximos anos, trabalhando de forma próxima e transparente com todos os nossos stakeholders”.

Em 2019, a Costa Cruzeiros conquistou uma redução de 40% na emissão de CO2 (quando comparado ao ano de 2008). A meta da companhia foi atingida um ano antes de 2020, data em que tinha se comprometido em entregar resultados expressivos para a descarbonização e redução de emissões, e 11 anos antes de 2030, prazo estabelecido pela Organização Marítima Internacional (IMO).

A chegada do Costa Smeralda, flagship inaugurado em 2019 e o primeiro navio da frota da Costa a ser movido a GNL, representou um passo fundamental para a redução de emissões e será seguido, em 2021, pelo navio irmão Costa Toscana, mais um testemunho concreto da dedicação da Costa à sustentabilidade ambiental.


Reduzir plásticos a bordo


A Costa Cruzeiros continua com seu trabalho focado em reduzir significativamente o uso de plástico a bordo (já são menos 50 toneladas por ano) e eliminar produtos descartáveis, e a produção de água a bordo tem aumentado progressivamente na frota (76,29%), chegando a 100% no Costa Smeralda. Além disso, a empresa está ativamente engajada na luta contra o desperdício de alimentos a bordo de seus navios: em fevereiro de 2018 lançou o programa 4GOODFOOD, estabelecendo a meta de reduzir pela metade esse desperdício até 2020, dez anos antes do prazo da Agenda 2030.

Destaques


Os pilares da estratégia da Costa Cruzeiros são: minimizar o impacto ambiental, construir junto com a comunidade, e promover modelos sustentáveis, responsáveis e compartilhados.

  • Conquista de uma redução adicional nas emissões de CO2 de 8,06% em relação ao ano anterior, confirmando o compromisso da Costa (em conjunto com a Carnival) de atingir a redução de 40% nas emissões de CO2 da frota até 2020. A chegada do Costa Smeralda, primeiro navio movido a GNL, será seguida pelo Costa Toscana, em 2021;

  • Aposta em projetos de economia circular, como é o caso da reciclagem do vidro eliminado a bordo, que é tratado e devolvido ao navio em objetos que todos possam utilizar, como por exemplo as garrafas de azeite nos restaurantes da Costa

  • 100% dos resíduos separados em córregos, redução substancial no uso de plástico, e eliminação progressiva de itens de plásticos descartáveis, o que significa 50 toneladas a menos de resíduos todos os anos;

  • Redução do desperdício de água nas operações marítimas e aumento gradativo da proporção produzida diretamente a bordo, que chegou a 76,29% em 2019 (aumento de 13% em relação ao ano anterior), e campanhas de promoção do uso responsável da água, visando reduzir ainda mais o consumo per capita a bordo;

  • Aposta no valor da alimentação e na promoção do consumo responsável com o programa 4GOODFOOD, que tem como meta baixar pela metade o desperdício de alimentos a bordo dos navios até 2020, dez anos antes do prazo da Agenda 2030. Esse projeto, integrado e de longo alcance, abrange desde a revisão do processo de preparo de pratos até o engajamento ativo de hóspedes e membros da tripulação.


A edição completa do Relatório de Sustentabilidade da Costa Cruzeiros pode ser acessada e baixada em: www.costacrociere.it