top of page
  • Foto do escritorAbner Oliveira

Cultivando sonhos: O 'Dia de Plantar' na Vinícola Vale dos Ventos e os projetos ambiciosos do futuro

No sábado, dia 2 de dezembro, a Vinícola Vale dos Ventos recebeu entusiastas do vinho e amantes da natureza para uma jornada especial no evento ‘Dia de Plantar’. A atmosfera única proporcionou aos participantes a oportunidade de plantar suas próprias videiras, colocar a mão na terra e contribuir para a rica história do vale que abriga a vinícola.


Situada na Quinta de Santa Adelina, na Estrada do Sertãozinho, no Espírito Santo do Pinhal/SP, a Vinícola Vale dos Ventos criou um dia onde cada videira plantada ganhou o nome do seu patrono, tornando-se um símbolo memorável dessa experiência singular.


Crédito: divulgação

Mais do que uma atividade agrícola simples, o ato de adotar e plantar uma videira proporcionou aos participantes a oportunidade de deixar uma marca pessoal e significativa no cultivo de uvas da vinícola. Além disso, os patronos terão a honra de receber, após uma média de 3 anos, uma garrafa exclusiva do primeiro vinho produzido a partir desse talhão especial.


Nos bastidores, a equipe da Vinícola Vale dos Ventos contribuiu com maestria no processo de plantação de videiras. O 'Dia de Plantar', além de proporcionar uma experiência sensorial e educativa, destacou a importância do manejo sustentável da vinícola, integrando a produção de vinho com práticas agrícolas responsáveis. 


O evento não se limita ao plantio; ofereceu uma programação diversificada para todos os gostos. Os visitantes desfrutaram de apresentações musicais envolventes com Carlos Lima e Jesuane Salvador, exploraram a propriedade em passeios guiados e conheceram em detalhes os projetos Radisson Espírito Santo do Pinhal e o restaurante Dom Leme.


Um projeto ambicioso


Crédito: divulgação

O empresário João Detore, estrategicamente, criou um fundo de investimento robusto, totalizando R$30 milhões, com a participação de 12 sócios. Esse fundo detém, atualmente, uma extensão de aproximadamente 23 hectares na cidade, espaço onde foi erguida a vinícola Vale dos Ventos.


Com projeções ambiciosas para os próximos quinze anos, a meta é extrair da propriedade cerca de 120 mil garrafas de vinho, entre rótulos brancos, tintos e rosés. Este empreendimento multifacetado representa um compromisso com o potencial expansivo da região de Pinhal e suas possibilidades turísticas e gastronômicas.


Além das plantações tradicionais voltadas exclusivamente para a produção de vinhos, os empreendedores vislumbraram oportunidades que transcendem as simples taças. O projeto ainda contemplará um restaurante com inspiração na culinária portuguesa e um hotel de luxo.


O novo empreendimento, Radisson Espírito Santo do Pinhal, estará alinhado à temática da região oferecendo experiências únicas para seus hóspedes que terão a oportunidade de vivenciar o dia a dia de uma vinícola, desde o plantio até a colheita da uva para a produção própria de vinhos, incluindo a tradicional ‘pisa da uva’ que consiste em macerar os cachos de uva com os pés para que, depois, o suco da fruta seja fermentado e se transforme em vinho.


Crédito: divulgação

Com um investimento de cerca de R$120 milhões, o luxuoso hotel terá 140 apartamentos e contará com serviço completo e sofisticado para quem busca lazer, contato com a natureza, bem estar e tranquilidade, sempre acompanhado de bons vinhos, café de qualidade, alta gastronomia e paisagens belíssimas. Também contará com um restaurante exclusivo para hóspedes e um segundo restaurante com temática portuguesa, aberto ao público em geral, nomeado Dom Leme.

Comentarios


bottom of page