top of page
  • Foto do escritorAbner Oliveira

Curiosidades sobre o Icon of the Seas, maior navio de cruzeiro do mundo

A Royal Caribbean International apresenta o Icon of the Seas, navio que promete revolucionar a experiência de realizar cruzeiros. Com uma série de características notáveis, o Icon of the Seas é mais do que apenas um navio, é um marco de inovação.


Crédito: divulgação Royal Caribbean

Capacidade surpreendente


O Icon of the Seas pode acomodar 5.610 hóspedes, sem incluir a tripulação. Essa capacidade supera a população de uma das cidades turísticas mais visitadas no interior de São Paulo, Águas de São Pedro. Com a tripulação incluída, o número total de pessoas a bordo atinge impressionantes 7.960.


Em comparação com o Oasis of the Seas, lançado em 2009 como o maior navio do mundo na época, o Icon of the Seas supera sua capacidade de ocupação em 1.210 hóspedes.


Os navios de cruzeiro são classificados de acordo com a arqueação bruta, a medida do volume interno e é neste quesito que o Icon of the Seas supera, com 250.800 toneladas brutas, o hoje maior em operação, Wonder of the Seas, também da Royal Caribbean, que chega a 235.600 toneladas brutas.


O maior parque aquático do mundo


O Icon of the Seas tem o maior parque aquático do mundo no mar, com seis tobogãs, um escorregador de queda livre aberto, um escorregador de queda de 14 metros, escorregadores de jangada e um par de escorregadores de esteira. Além disso, os hóspedes podem relaxar em outras sete piscinas a bordo, com um bar molhado e piscina infinita suspensa.


Produzido pela excelência Finlandesa


O navio está sendo construído no estaleiro Meyer Turku, um dos principais fabricantes de navios da Europa, localizado em Turku, na Finlândia, e está programado para se juntar à frota da Royal Caribbean em 26 de outubro, com estreia marcada para janeiro de 2024. Durante seus testes no mar, o Icon of the Seas viajou centenas de quilômetros, submetendo seu motor principal, casco, sistema de freios, leme, níveis de som e vibração a rigorosos testes de desempenho.


Compromisso com a Sustentabilidade


O Icon of the Seas marcará um avanço significativo na indústria de cruzeiros ao se tornar o primeiro navio da Royal Caribbean International a funcionar com gás natural liquefeito (GNL) e tecnologia de células de combustível.


Essas inovações ajudarão a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, já que as células de combustível produzem água como subproduto, combinando oxigênio e hidrogênio para gerar energia.


O CEO da R11 Travel, Ricardo Amaral, descreve o Icon of the Seas como "a melhor experiência de férias em família". “Este navio é mais do que uma maravilha técnica, é o resultado de dedicação, inovação e compromisso com um futuro mais limpo."


Ao lançar o Icon of the Seas, a Royal Caribbean International continua a elevar os padrões na indústria de cruzeiros e oferece aos hóspedes uma experiência única e inesquecível.

Comments


bottom of page