• Abner Oliveira

Deputada auxilia na repatriação de brasileiros retidos em Portugal!

O empenho da deputada federal Renata Abreu resulta em mais uma conquista. No próximo dia 10, mais uma leva de brasileiros retidos em Portugal, por causa da pandemia, irá retornar para o Brasil. Menos de 24 horas depois dela ir ao encontro do ministro Ernesto Araújo, para reforçar o seu pedido de repatriamento, o Ministério das Relações Exteriores anunciou o segundo voo comercial extraordinário Lisboa-São Paulo, operado pela empresa aérea TAP.


Desde que o governo português fechou o tráfego aéreo para o Brasil, em 29 de janeiro, por causa da pandemia, centenas de brasileiros não puderam retornar às suas casas. Muitos enfrentaram dificuldades financeiras diante da longa permanência no país europeu, sobrevivendo graças a ação humanitária e de entidades religiosas de Portugal.


Sensibilizada com a situação, Renata Abreu encaminhou em fevereiro requerimento ao Ministério das Relações Exteriores pedindo providências urgentes, via Itamaraty, para socorrer os brasileiros retidos e intermediar a repatriação.


No dia 26 de Fevereiro, o primeiro voo Portugal-Brasil após o fechamento do espaço aéreo trouxe 271 cidadãos brasileiros, além de 28 estrangeiros residentes no Brasil. Nesta terça (02/03), a parlamentar voltou ao ministério e ouviu do ministro Ernesto Araújo a promessa que a situação se resolveria o mais rápido possível, com o Itamaraty, por meio da Embaixada em Lisboa e dos Consulados-Gerais na capital portuguesa e nas cidades do Porto e Faro, prestando toda assistência cabível aos brasileiros.


"Recebi um vídeo dos brasileiros na frente da embaixada brasileira pedindo socorro. Fiquei sensibilizada com o que eles estavam passando, impedidos de voltarem para casa. Felizmente, nossa intervenção deu certo e nossos cidadãos estão regressando", comemorou a deputada federal Renata Abreu.


Da mesma maneira que no voo anterior, os brasileiros devem tratar diretamente com a TAP o seu retorno, inclusive com o eventual reaproveitamento de bilhetes aéreos. Tendo em conta o estado de emergência e as restrições vigentes em Portugal, somente poderão ingressar no aeroporto os passageiros com bilhetes confirmados pela TAP.



- Crédito para foto: Robert Alves