• Abner Oliveira

Japan House São Paulo é opção de passeio gratuito nas férias de janeiro!

Com a chegada das férias escolares, a Japan House São Paulo destaca uma programação variada tanto na sua sede, na Avenida Paulista, quanto no seu site e redes sociais para quem quer curtir atividades gratuitas presenciais ou à distância, sempre ligadas à cultura japonesa.


Em janeiro, os destaques são as exposições recém-inauguradas “Simbiose: a ilha que resiste” e “Sopros – designs de vidros japoneses”. A primeira, localizada no segundo andar, trata sobre a revitalização da ilha de Inujima, localizada ao sul do Japão, por meio da arte e da arquitetura. Sob o comando da curadora Yuko Hasegawa e da arquiteta Kazuyo Sejima, a pequena ilhota hoje é marcada pela relação harmoniosa entre o ecossistema local e os moradores, entre o passado e o presente. Já o projeto “Sopros” traz mais de 300 objetos utilitários de vidros confeccionados a partir da técnica tradicional do Edo Glass, característica da região de Tóquio e que se mantém até hoje como um dos símbolos da produção de vidro regional e patrimônio nacional do Japão.


Créditos: Estevam Romena


Também é possível fazer visitas mediadas às exposições, conduzidas pela equipe do Educativo da JHSP, nos dias 12, 14, 19, 21, 26, 28 de janeiro (quartas e sextas), às 11h30 para “Sopros – designs de vidros japoneses” e, às 15h, para “Simbiose: a ilha que resiste”. Para participar é preciso retirar senhas, distribuídas com 15 minutos de antecedência.


Para quem quer aprender algo novo e se divertir ao mesmo tempo, a Japan House São Paulo promove uma série de oficinas gratuitas durante todo o mês, sendo necessário apenas retirar senhas 30 minutos antes de cada atividade para participar.


Para homenagear os 468 anos da capital paulista, a Japan House São Paulo promove a oficina Composição com as Paisagens Naturais de São Paulo no dia 23, às 11h30 e 15h. Por meio do tingimento de papéis e criação de diferentes formatos de recortes, a atividade busca estimular o olhar artístico das crianças para a criação de composições com pétalas de papel tingido, inspiradas em paisagens da cidade. Inclusive, na obra Reflectwo - que pode ser vista na exposição Simbiose: A ilha que resiste - a artista Haruka Kojin se inspirou nas flores e paisagens da ilha japonesa de Inujima.


Já no final do mês, em uma ação conjunta com a Toyota e a Pilot Pen, a Japan House São Paulo promove quatro Workshop - Técnicas de desenho para crianças e adolescentes de 4 a 15 anos. As atividades acontecem nos dias 29 (Técnicas de mangá) e 30 (Técnicas de Cartoon) em duas sessões: às 10h e às 15h.


Créditos: Estevam Romena


Para quem estiver fora da capital paulista e não puder aproveitar as férias presencialmente na Japan House São Paulo, é possível fazer um tour virtual pelas mostras “Equilíbrio” (Daisy Balloon); “Parade – um pingo pingando, uma conta, um conto”; “Windowology: estudo de janelas no Japão”; “Japonésia” (de Naoki Ishikawa); “DŌ: o caminho de Shoko Kanazawa”; “Embalagens: Designs Contemporâneos do Japão” e “O Fabuloso Universo de Tomo Koizumi”.


Os passeios online estão disponíveis no site da instituição em quatro idiomas (português, espanhol, inglês e japonês). Além disso, a Japan House São Paulo disponibilizará em suas redes sociais, vídeos “faça você mesmo” das oficinas Oficina Kuru Kuru Rainbow (dia 11) e Composição com Pétalas de Papel (dia 19) para que os interessados possam acompanhar a preparar suas próprias versões em casa, inclusive, os vídeos trarão recursos de acessibilidade.

Todos os direitos reservados ©2020 - 2021 por Abner Oliveira Oficial 

  • linkedin
  • instagram
  • facebook