• Abner Oliveira

Mogi Mirim recebe 610 mil para revitalização da antiga Estação da Mogiana!

O Governador João Doria anunciou nesta quinta-feira (16), no Palácio dos Bandeirantes, a liberação de R$ 400 milhões para obras e melhorias de infraestrutura de 210 cidades turísticas do estado de São Paulo - 70 estâncias e 140 Municípios de Interesse Turístico (MITs).


Os recursos são provenientes do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), vinculado à Secretaria de Turismo e Viagens. Além dos R$ 400 milhões, divididos em 350 convênios, em 2021 foram saldados os restos a pagar de gestões anteriores, que chegaram a R$ 100 milhões.


Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional, o Governador João Doria, o secretário e Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz, e o superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit - Crédito: divulgação


Além de deixar as cidades turísticas mais bem preparadas, as obras ajudam na manutenção de empregos em outros setores, como construção civil, transportes e comércio em geral. Desde 2019, já foram liberados R$ 527 milhões para as cidades turísticas.


Mogi Mirim Recebe Verba para Infraestrutura!


Luiz Dalbo, de Cultura e Turismo, e Maria Helena Scudeler de Barros, de Relações Institucionais - Crédito: divulgação


A Prefeitura de Mogi Mirim, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo e COMTUR (Conselho Municipal de Turismo) conquistou na quinta-feira (16), através de projeto MIT (Município de Interesse Turístico), uma verba de R$ 610.000,00.


O recurso deve ser utilizado na manutenção da antiga Estação Mogiana, atualmente, Estação Educação. Por seu valor histórico, sua beleza e localização, a Estação é um importante patrimônio da cidade de Mogi Mirim e tem seu prédio datado de 1875.


Inaugurado por Dom Pedro II, faz parte do complexo do Espaço Cidadão, ambiente estruturado para a realização de feiras livres e eventos de grande porte. A importante ação de revitalização do prédio, tão importante para a cidade toda a região, com telhas originais vindas da França, será necessário também adequar um local em seu entorno, para que os visitantes possam ser recebidos.


Assim, será possível a integração entre desenvolvimento sustentável, geração de emprego e renda com a aplicação de visitação, roteiros, feiras e eventos, preservação histórica, educacional e cultural e regionalização de atrativos turísticos.

Retomadas dos negócios


Na ocasião, a Secretaria de Turismo e Viagens e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenos Empresas de São Paulo (Sebrae-SP) assinaram um termo de parceria para capacitar empresários e agentes públicos na obtenção de crédito orientado para a retomada dos negócios.


O programa é dividido em atividades presenciais, híbridas e online, com consultorias individualizadas, que cobrirão as 49 regiões turísticas do estado.

Rotas Gastronômicas


O Governo de São Paulo também apresentou nesta quinta duas regiões do programa Rotas Gastronômicas SP: Vale do Ribeira e Vale do Paraíba & Mantiqueira. A iniciativa vai mapear sete regiões do estado para divulgação e fortalecimento da cadeia culinária local.

Em cada rota são mapeados empreendedores com base em representatividade local, autenticidade, qualidade do produto e facilidade de acesso dos turistas à produção rural.

Todos os direitos reservados ©2020 - 2022 por Abner Oliveira Oficial 

  • linkedin
  • instagram
  • facebook