top of page
  • Foto do escritorAbner Oliveira

São Paulo: 10 passeios para curtir em família nas férias de julho

Maior metrópole da América Latina, São Paulo oferece uma grande variedade de passeios e atrações turísticas. E o mês de julho é uma das melhores épocas para visitar a cidade, já que ela fica mais tranquila graças às férias escolares. Por isso, o WZ Hotel Jardins separou dicas imperdíveis de passeios para curtir em São Paulo durante esse período.


Avenida Paulista

Crédito: Patrícia Chemin

Marcada por arranha-céus, a Avenida Paulista é a via mais emblemática de São Paulo. Democrática e sempre movimentada, abriga muito mais do que prédios de escritórios: lojas, shoppings, cinemas, restaurantes e cafés estão por toda a avenida, além de um dos melhores circuitos culturais da cidade.


De uma ponta a outra, você pode incluir no seu roteiro a Japan House, a Casa das Rosas, o Sesc Paulista, o Itaú Cultural, o Centro Cultural FIESP, o MASP, o IMS Paulista (Instituto Moreira Salles) e muito mais. Aos domingos, das 8h às 16h (horário sujeito a alterações), a Paulista fica aberta exclusivamente para pedestres e ciclistas.


Museu do Futebol

Crédito: Patrícia Chemin

Quem é apaixonado pelo futebol não pode deixar de conhecer o Museu do Futebol, um espaço de 6.900 m² no Estádio do Pacaembu e um dos museus mais visitados do país. A exposição fixa conta com 15 salas temáticas, que mostram de forma interativa a história do futebol no Brasil e como esse esporte tornou-se parte da nossa cultura. Há ainda exposições temporárias sobre o tema.


Parque Ibirapuera

Crédito: iStock/f11photo

Com mais de 150 hectares, o Ibirapuera é um oásis verde em meio ao concreto de São Paulo. É o parque mais famoso da cidade e conta com uma profusão de árvores, lagos, jardins e centros culturais, incluindo pavilhões projetados por Oscar Niemeyer. Um dos ambientes mais agradáveis da cidade, é o local perfeito para passar o dia, fazer uma caminhada ou andar de bicicleta.


Parque da Ciência Butantan

Crédito: Patrícia Chemin

Complexo cultural do Instituto Butantan aberto a visitantes, o Parque da Ciência está em meio a uma área verde de 725 mil m² e conta com mais de 20 atrações ambientais, educativas e de lazer, com destaque para o Museu Biológico e o Serpentário, onde é possível ver de perto várias espécies de cobras, entre outros animais incríveis. O parque tem o objetivo de inspirar o interesse e a curiosidade pela ciência e pela pesquisa.


Liberdade


O famoso bairro japonês é o melhor lugar de São Paulo para provar a culinária oriental, seja em um de seus vários restaurantes e cafés ou na Feirinha da Liberdade, que acontece aos finais de semana. Não deixe de passear pelas lojas e mercados para comprar produtos típicos, de comidinhas a utensílios de cozinha, peças decorativas e cosméticos. As características ruas da Liberdade são todas enfeitadas com as tradicionais lanternas vermelhas e os toris japoneses.


Museu do Ipiranga

Crédito: Pixabay

Depois de ficar fechado por quase uma década e passar por amplas reformas, o Museu do Ipiranga reabriu ao público como parte das celebrações do Bicentenário da Independência, em setembro do ano passado. Com novas áreas de exposição, o edifício centenário abriga uma relevante coleção de milhares de pinturas, esculturas, moedas, documentos, fotografias e outros itens históricos.


Parque Villa-Lobos

Crédito: iStock/Alfribeiro

Localizado no Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, o Parque Villa-Lobos engloba 732 mil m² de área verde, com 35 mil árvores, além de gramados e jardins floridos. Na entrada do parque você pode alugar bicicletas de variados tipos, patins e outros equipamentos para se divertir na ciclovia de 4,6 km de extensão. Há ainda campos de futebol, quadras, academias ao ar livre e outros espaços para a prática de esportes e atividades físicas.


Roda Rico


Para admirar toda a grandeza de São Paulo do alto, a sugestão é a Roda Rico, a maior roda-gigante da América Latina, com 91 metros de altura e 42 cabines fechadas. Inaugurada em dezembro do ano passado, faz parte do projeto de revitalização do Rio Pinheiros e seu entorno e está localizada no Parque Cândido Portinari, ao lado do Parque Villa-Lobos.


Zoológico

Crédito: iStock/AlbertoChagas

Atração que encanta principalmente as crianças, o Zoológico de São Paulo é a casa de mais de 1.500 animais, entre aves, répteis, mamíferos, anfíbios e invertebrados. Em um ambiente ao ar livre, bem arborizado e tranquilo, é possível conhecer animais raros e ameaçados, como o mico-leão-preto, a onça-pintada e outras espécies, além de compreender o papel dos zoológicos na conservação da natureza.


Caminhos do Mar


A cerca de 40 km do centro de São Paulo, em São Bernardo do Campo, o Caminhos do Mar proporciona uma mistura de ecoturismo com história em pleno Parque Estadual Serra do Mar. Uma das atrações é caminhar pelos 8 km da Estrada Velha de Santos (fechada para veículos), que conta com monumentos históricos erguidos em 1922 em homenagem ao centenário da Independência.


Há ainda a Calçada do Lorena, trilha de pedras por onde D. Pedro I passou antes de proclamar a Independência do Brasil. Uma novidade do parque é a tirolesa Voo da Serra, com 500 metros de extensão de São Bernardo do Campo a Cubatão e a 70 metros de altura sobre a Mata Atlântica.


Onde ficar: WZ Hotel Jardins

Crédito: divulgação

O WZ Hotel Jardins apresenta localização privilegiada na Avenida Rebouças, a 100 metros da estação Oscar Freire do metrô e próximo à Avenida Paulista. O hotel conta com quartos bem equipados nas categorias standard e superior, além de um café da manhã que acumula elogios dos hóspedes.


A estrutura do WZ Hotel Jardins privilegia o design e os cenários instagramáveis, tanto nos espaços internos quanto na icônica fachada que se ilumina à noite. O hotel oferece ainda restaurante, bar, wi-fi gratuito, estacionamento no local e um amplo e versátil centro de convenções.

Comments


bottom of page