top of page
  • Foto do escritorAbner Oliveira

Fazenda Urbana BeGreen faz parceria com restaurantes premiados e tradicionais!

Pioneira do setor de fazendas urbanas na América Latina, a BeGreen inaugurou não apenas um negócio sustentável quando abriu sua primeira unidade em 2017, mas também uma experiência de sabor e alimentação saudável que conquistou o público. Além da venda direta para consumidores, hoje, com oito unidades no Brasil, um dos principais objetivos da BeGreen são as parcerias com restaurantes de renome, como o premiado Mamma Jamma (RJ), o inovador O Jardim (BH) e o tradicional Coliseu (Campinas).


São estabelecimentos que se preocupam com a procedência e a qualidade dos pratos servidos aos clientes e recebem, todos os dias, hortaliças frescas para compor suas receitas.


Os restaurantes estão acompanhando a mudança de mentalidade da sociedade quando o assunto é dieta e saúde. Já no início da pandemia de Covid-19, os brasileiros com maior autonomia alimentar aumentaram o consumo de hortaliças (de 87,3% para 89,1%), de frutas (de 78,3% para 81,8%), de feijão ou outras leguminosas (53,5% para 55,3%) e dos três itens anteriores (de 40,2% para 44,6%), todos marcadores de alimentação saudável. É o que aponta a pesquisa contínua da NutriNet Brasil sobre mudanças alimentares, realizada pela Universidade de São Paulo (USP), em seu primeiro estudo publicado na Revista de Saúde Pública.


A BeGreen oferece 24 variedades de hortaliças. São sete tipos de alface (soft verde, soft roxa, mimosa verde, mimosa roxa, frisée verde, frisée roxa e crocante), nove tipos de folhosos (mostarda oriental, folha de beterraba, rúcula, couve pak choi, couve mizuna, espinafre, mostarda lisa, agrião e acelga colorida) e oito tipos de tempero (manjericão basílico, coentro, cebolinha, orégano, basilicão roxo, salsa, tomilho e sálvia) disponíveis nas cidades de Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Salvador (BA), São Paulo, Campinas, Osasco, São Bernardo do Campo (SP).


Cultivadas em estufas de alta tecnologia, as hortaliças produzidas nas fazendas urbanas BeGreen vêm de sementes selecionadas e são 100% livres de agrotóxicos. Também não agridem o meio ambiente: consomem 90% menos água do que o modelo convencional de plantação; a proximidade entre a produção e o estabelecimento, que recebe hortaliças recém-colhidas, resulta em baixa emissão de CO2 no transporte e apenas 2% de perda da produção, enquanto em outros tipos de entrega essa perda pode chegar a 40%. Todas características que estão ligadas à boa procedência dos alimentos, fator essencial para restaurantes conceituados e para a saúde da população.

É o caso da rede Mamma Jamma Pizzeria Rustica, parceira da BeGreen em quatro unidades do Rio de Janeiro (RJ) e nas unidades de Campinas (SP) e Salvador (BA), que recebem juntas, em média, 35 Kg de hortaliças por semana, entre rúcula, basilicão e alface frisée verde e roxa. A rede vencedora de diversos prêmios de gastronomia tem como premissa usar ingredientes de alta qualidade e saber sua origem. “Temos um posicionamento muito parecido ao da BeGreen, por isso fizemos essa parceria e pretendemos estendê-la para todas as nossas unidades nos próximos meses. A aparência e o sabor das hortaliças são muito melhores e os clientes têm perguntado de onde elas vêm”, comenta Terry Brossmann, diretor de expansão do Mamma Jamma.


Na BeGreen, os restaurantes parceiros podem negociar a quantidade e periodicidade na encomenda das hortaliças com a garantia de entrega e aproveitamento total dos alimentos, já que a produção da fazenda urbana não é afetada por pragas ou pelas mudanças de tempo e clima. A plantação fica protegida pela estufa, com um sistema de climatização automatizado que gera exposição à luz e temperatura ideais para o desenvolvimento das mudas, ou seja, a produção é a mesma estando dentro ou fora da safra no modelo convencional.


Crédito: Derek Mangabeira


A empresa une a busca por uma alimentação saudável, rica em nutrientes e sem agrotóxicos, ao sabor incomparável de hortaliças frescas: in natura são deliciosas e em receitas, elevam qualquer prato. “Como gostar de um alimento insosso? No modelo tradicional de cultivo, as hortaliças passam dias entre a plantação e o estabelecimento, chegam murchas e com menos fibras e nutrientes. A BeGreen entrega alimentos sadios e com sabor: alfaces mais crocantes, temperos mais cheirosos, folhas super coloridas, em suma, comida de verdade e sem fazer mal para o planeta”, comenta Giuliano Bittencourt, fundador e CEO da BeGreen.

Comments


bottom of page